quinta-feira, 28 de julho de 2016

O EFEITO KAAMOS NA NOITE POLAR

 
Fala Galera...A Noite Polar é um Fenômeno em que a Noite dura mais de 24 horas, o fenômeno ocorre nas regiões polares, na zona de círculos polares. O fenômeno oposto, é quando o Sol permanece acima do horizonte por um longo tempo é chamado de Sol da meia-noite. As regiões povoadas que convivem com este fenômeno estão todas no hemisfério norte: Estados Unidos (Alasca), Canadá, Groenlândia, Noruega, Suécia, Finlândia, Rússia e o extremo norte de Islândia. Além do aumento do frio o período da noite polar pode causar depressão clínica em algumas pessoas. Existem diversos tipos de noite polares. Isto é por causa da noite polar ser o período durante o qual nenhum crepúsculo ocorre, originando as seguintes definições. Noite polar civil: A noite polar civil é o período durante o qual o centro do Sol está entre 0 e 6 graus abaixo da linha de horizonte. Por causa da refracção ainda existe suficiente luz para as atividades humanas normais ao ar livre. Noite polar náutica: A noite polar náutica é o período durante o qual apenas uma ténue luz é visível ao meio-dia, ocorrendo quando o Sol está entre 6 e 12 graus abaixo do horizonte. Por causa da refracção há claramente um lugar do horizonte mais luminoso que os outros. Noite polar astronômica: A noite polar astronómica é o período durante o qual nenhum raio de luz é visível, ocorrendo quando o Sol está entre 12 e 18 graus abaixo do horizonte. Kaamos é uma palavra finlandesa que significa “transtorno afetivo sazonal”. Os pesquisadores dizem que a depressão de Kaamos atinge também outros países como a Inglaterra e Europa central. Mas a Finlândia é um dos países que mais sofre deste mal, explicando o motivo, do alto índice de alcoolismo principalmente entre os jovens. Os sintomas geralmente incluem transtornos de humor e depressivos, irritabilidade, sonolência ou muita preguiça e cansaço anormal,  a concentração diminui e há um desejo maior de ingerir alimentos ricos em açúcar e carboidrato e consequentemente, ganho de peso. Há teorias de que o transtorno tenha relação com a luz solar: menos sol, menos alegria. Por isso é comum, as casas e telhados serem coloridos nos países nórdicos.
 
A Finlândia é o país com maior índice de suicídios no mundo. A falta de luz pode causar distúrbios neurológicos e físicos. Os finlandeses enfrentam todos os anos um longo período de escuridão entre meados de novembro até a metade de janeiro. As cidades no sul tem por volta de 6h de claridade. Já as cidades do norte do país têm por volta apenas 1 hora de luz. Amanhece às 9:30 e lá pelas 15:30 já está tudo escuro. O sol raramente é visto nestes meses e as pessoas começam a perder as forças físicas, sentindo-se cansadas e desanimadas e um processo de depressão chamado de Efeito Kaamos,chegando a consequências desastrosas como o suicídio. O temido efeito Kaamos. Em português é conhecido como a “Noite Polar”. Vários depoimentos de moradores locais contam. Que Quando acaba a agitação do Natal e Ano Novo o que resta é o frio e a escuridão. Quase um por cento dos finlandeses sofrem de depressão profunda ou depressão de Kaamos. Nesses meses de escuridão. É difícil acordar cedo, ter ânimo para fazer as coisas de sempre, e manter a atenção e o foco, pois a sensação de cansaço é muito forte. Todos os anos os finlandeses e o governo debatem muito como tratar estes sintomas e evitar que quadros mais graves de depressão apareçam neste período e evoluam para doenças psicológicas e físicas.  O sol não aparece mais, os dias são todos nublados e a única coisa que pode-se ver é uma luz difusa que nos confirma que tecnicamente, ainda é dia. Quem sai para trabalhar pela manhã e volta a tarde não vê a luz do sol a semana toda. A depressão de Kaamos é muito mais séria do que a depressão comum porque ela mexe com o organismo, na medida que o seu relógio biológico fica afetado pela longa escuridão.
 
= A Blogueira Brasileira Evelyse Eerolam,que é educadora, e mora na área da grande Helsinki Na Finlândia. Confirma que: É difícil ficar feliz quando o tempo é triste! Para isto muitas alternativas nos ajudam a suportar a escuridão: aumentar a dose de vitamina D, exercícios físicos, uso de uma lâmpada terapêutica de luz brilhante  e uma espécie de fone de ouvido que envia a mensagem de luz diretamente para o cérebro, procurando dar a sensação de equilíbrio que o organismo perdeu com a falta de luz e, consequentemente, agindo automaticamente fazendo com que o cérebro aumente as doses de dopamina que encontram-se baixas. O corpo não reage normalmente e a mensagem é para diminuirmos nosso rítmo e descansarmos mais. Significaria que deverímos entrar em uma espécie de hibernagem, como os ursos. A questão é que em nossa sociedade moderna, a vida continua do mesmo jeito corrida com ou sem luz e na medida que somos forçados a forçar o nosso organismo a continuar no mesmo ritmo, sofremos as consequências. Distúrbios de sono e alimentação são sintomas do efeito. Devo dizer sem medo que todos os brasileiros que moram aqui, ou quem sabe posso ir mais além e dizer nos países nórdicos, sofrem ou já sofreram de depressão. Eu já tive os meus momentos e uma das coisas que preciso fazer é tomar mais vitaminas, principalmente a vitamina D logo que a luz começa a diminuir.
 
Enfim Galera...Isso Me faz pensar que a Cronobiologia que é o estudo do sono,ainda tem muito o que avançar nos modernos dias de hoje. Mas uma coisa, que podemos aprender com o cruel Efeito Kaamos,é que um Dia mais cedo ou mais tarde,o Sol volta a brilhar,pois nenhuma Escuridão é Pra Sempre,Vlw Galera Ate.
Postar um comentário

Postagens populares

Postagens populares