domingo, 18 de outubro de 2015

OS NOVE CICLOS DO INFERNO DE DANTE #DanteAlighieri

Fala Galera...Os Temidos Nove Ciclos do clássico Inferno de Dante,pode se tornar real em nosso Mundo,no novo Filme INFERNO baseado no polêmico livro de Dan Brown. O Inferno é a primeira parte da "Divina Comédia" de Dante Alighieri, sendo as outras duas o Purgatório e o Paraíso. Está dividido em trinta e quatro cantos,de uma divisão de longas poesias, possuindo um canto a mais que as outras duas partes, que serve de introdução ao poema. A viagem de Dante é uma alegoria através do que é essencialmente o conceito medieval de Inferno, guiada pelo poeta romano Virgílio. No poema, o inferno é descrito com nove círculos de sofrimento localizados dentro da Terra. Foi escrito no início do século XIV. Os mais variados pintores de todos os tempos criaram ilustrações sobre esta obra, se destacando Botticelli, Gustave Doré e Dalí. O inferno é formado por Nove Círculos, Três Vales, Dez Fossos e Quatro Esferas. Essa organização foi baseada na teoria medieval de que o universo era formado por círculos concêntricos. O inferno foi criado da queda de Lúcifer do Céu. Lúcifer teria caído em Jerusalém, a Terra Santa, portanto, ali está o Portal do Inferno. O inferno torna-se mais profundo a cada círculo, pois os pecados são mais graves. Portanto os pecados menos graves estão logo no início, e os mais graves no final.
Os 9 círculos do inferno de Dante Alighieri:  
- Primeiro Círculo, o Limbo (Virtuosos pagãos)
- Segundo Círculo, Vale dos Ventos (Luxúria)
- Terceiro Círculo, Lago de Lama (Gula)
- Quarto Círculo, Colinas de Rochas (Ganância)
- Quinto Círculo, Rio Estige (Ira)
- Sexto círculo, Cidade de Dite/Dis (Heresia)
- Sétimo círculo, Vale do Flegetonte (Violência)
- Oitavo círculo, o Maleboge (Fraude)
- Nono Círculo, lago Cocite (Traição) 
 
= Primeiro Círculo, o Limbo (Virtuosos Pagãos): 
Dante desmaia no vestíbulo do inferno e quando acorda já está aqui. Antes do Limbo há um abismo sem fim, de onde se ouve os gritos dos pecadores. No Limbo estão aqueles que morreram antes da chegada de Jesus ao mundo, os pagãos virtuosos, e os não-batizados, principalmente crianças. As almas são fadadas a vagar sem destino na mais completa escuridão - onde não é possível enxergar nada, segundo Dante - que representa a mente que nunca foi iluminada pela mensagem do Evangelho. Ao contrário dos outros círculos do Inferno, no Limbo as almas não gritam de dor; aqui só podem ser ouvidos os seus suspiros. Aqui Dante encontra Horácio, Homero, Ovídio e Lucano, sendo Virgílio deste círculo. Dante pergunta a Virgílio se alguém do Limbo já foi levado para o céu, Virgílio diz que Deus já levou dali a alma de Adão, de Abel, de Noé, de Abraão, de David, de Jacó, de Isaac e seus filhos, de Raquel, e muitas outras almas, e que antes disso, nenhum espírito havia se salvado. No limbo está situado o Castelo da Ciência Humana, com Sete Muralhas: O Trivium (Lógica, Gramática e Retórica) e o Quadrivium (Aritmética, Astronomia, Geometria e Música), ao redor do castelo estás o Rio Eloqüência. Neste castelo estão os personagens virtuosos e bondosos que morreram pagãos: Electra, Heitor, Eneias, César, Camila, Pentesileia, Latino e sua filha Lavínia. Saladino, os filósofos gregos Platão e Sócrates, perto deles está Demócrito, Diógenes de Sínope, Anaxágoras, Tales, Empédocles, Heráclito e Zenão, Dioscórides, Orfeu, Túlio, Lino, Sêneca, o geômetra Euclides, Ptolomeu, Hipócrates, Avicena, Galeno e Averróis.

= Segundo Círculo, Vale dos Ventos (Luxúria):
Aqui está a Sala do Julgamento, onde Minos, o juiz do inferno, ouve as confissões dos mortos, que sempre dizem a verdade, pois não têm mais o dom da inteligência. E os condena a um círculo no inferno dessa maneira: se enrola em sua cauda tantas vezes quantos círculos quer que o pecador desça. Logo depois está o Vale dos Ventos, onde padecem os luxuriosos, que sofrem e blasfemam contra Deus, enquanto são atormentados e arrebatados por um furacão e turbilhões de vento que não param nunca, arrastando os espíritos com violência, atormentando-os, ferindo-os e rolando-os. Em vida, eles eram levados por suas paixões, que os arrastavam como o vento; agora é o vento incessante que os arrasta no inferno. Aqui está Semíramis, Cleópatra, Helena, Aquiles, Páris, Tristão e "mais mil almas que foram desfeitas pelo amor". Aqui também está Francesca de Rimini e seu amante Paulo Malatesta, que é seu cunhado.

= Terceiro Círculo, Lago de Lama (Gula):
Aqui estão os Gulosos. Atolados numa lama suja e espessa e atormentados por uma tempestade fortíssima de granizo, gelo, neve e torrões de água suja que caem sem parar. Segundo Dante, os gulosos jazem imersos no próprio vômito. Cérbero, o cão de três cabeças, com apetite insaciável, arranha, esfola, esmaga, dilacera e esquarteja os espíritos dos gulosos. O prazer solitário da gula é ampliado no inferno, onde estes estão solitários na lama, sem falar com seus vizinhos. Em vida o prazer e o conforto de comer alegremente além dos limites é o desconforto de uma dolorosa chuva gelada, Cérbero representa a gula, o apetite sem limites. Aqui está Ciacco, um político florentino, o único guloso que não está submerso na lama, tendo falado com Dante, fazendo previsões sobre o futuro de Florença.

= Quarto Círculo - Colinas de Rocha (Ganância): 
Aqui estão os Pródigos e Avarentos. Neste círculo repleto de montanhas, suas riquezas materiais se transformaram em grandes pesos de barras e moedas de ouro que um grupo deve empurrar contra o outro e também trocarem-se injúrias, pois suas atitudes em relação à riqueza foram opostas. Aqui habitam Plutão e Fortuna, que na mitologia grega, são deuses da riqueza. É descrito até a metade do Canto 7.
= Quinto Círculo - Rio Estige (Ira): 
Na entrada para este círculo está uma cachoeira de água e sangue borbulhante e fervente cuja água era mais escura que roxa. A água desce algumas praias e forma um lago que se chama Estige, onde estão amontoados os acusados de ira, que estão juntos batendo-se e torturando-se numa raiva sem fim. No fundo do Estige estão os rancorosos que nunca demonstraram sua ira; eles não podem subir à superfície e ficam na lama do fundo do rio, soltando as bolhas que se veem na superfície. Flégias ,que incendiou o templo de Apolo por este ter violado sua filha,vêm fazendo com sua barca a travessia do rio Estige. Quando Dante e Virgílio fazem a travessia, Filipe Argenti, um nobre florentino, se agarra ao barco e fala com Dante, sendo depois puxado para o pântano pelo seus companheiros. É descrito no final do Canto 7, continua no Canto 8 com a chegada de Flégias, sua descrição acaba na metade do canto 8. Cidade de Dite/Dis: A Cidade de Dite serve de divisão entre os pecados cometidos sem intenção (culpa) e os pecados cometidos conscientemente (dolo). É cercada por fogo, fossos profundos e por muralhas de ferro, sobre as portas da cidade estão mais de mil anjos caídos. No alto de uma torre estão as três Erinias (Megera, Aleto e Tisífone) enroladas em hidras e a Medusa. Inicialmente os demônios não abrem a porta de Dite para Dante e Virgílio, então para auxiliá-los, surge um anjo que chegou à porta e abriu-a, sem nenhuma oposição.

= Sexto Círculo, Cemitério de Fogo (Heresia): 
É um cemitério que abriga vários grupos hereges, entre eles, aqueles que não acreditaram na existência de Deus e de Jesus Cristo como Seu Filho, como os seguidores das doutrinas de Epicuro, que negava a sobrevivência da alma após a morte corporal. Eles estão confinados em túmulos abertos de onde sai o fogo eterno (é um paralelo de Dante á punição que a Igreja dava aos hereges: serem queimados em fogueiras). Em cada túmulo há mais de mil condenados. Em um dos túmulos está Farinata degli Uberti, um político florentino, neste mesmo túmulo está Frederico II e o Cardeal Ottaviano degli Ubaldini. Logo depois dos muros da cidade há mais alguns túmulos, num deles está o Papa Anastácio II. É descrito a partir da metade do Canto 8, que termina pouco depois que Dante e Virgílio chegam em Dite, continua no canto 9 e no Canto 10, acabando no início do Canto 11.

= Sétimo círculo, Vale do Flegetonte (Violência): 
No fim do sexto círculo há um alto precipício circular,de onde vem um terrível cheiro que leva ao sétimo círculo, onde estão os violentos, que distribuem-se por três vales ou giros. No canto 11 Virgílio descreve a justiça do inferno. O sétimo círculo é descrito do canto 12 ao canto 17, cada canto descrevendo um vale e os últimos três a cachoeira. Primeiro Vale - Vale do rio Flegetonte (violência contra o próximo): Segundo Vale - Vale da Floresta dos Suicidas (violência contra si mesmos): Terceiro Vale - Vale do Deserto Abominável (violência contra Deus):
Cachoeiras de Sangue.

= Oitavo círculo, o Malebolge (Fraude):
Este círculo chama-se Malebolge, é todo em pedra e da cor do ferro, assim como a muralha que o cerca. Aqui estão os fraudulentos. Este círculo está dividido em dez fossos (ou Bolgias), semelhantes aos fossos que defendem certos castelos, os fossos estão ligados entre si por pontes. É descrito do Canto 18 ao 30. 

= Nono Círculo, lago Cocite (Traição): 
Gigantes obstruem a passagem do oitavo círculo para este, estão acorrentados em poços congelados, é a punição por em vida terem se revoltado contra Júpiter. Os gigantes são: Nemrode, Efialtes, Briareu, Encélado, Egeon e Anteu. Anteu ajuda Dante e Virgílio a irem para o próximo círculo, carregando-os nas mãos e colocando-os lá. O Nono Círculo é o lago Cocite, que está congelado, o lago das lamentações que fica no centro da Terra e é formado pelas lágrimas dos condenados e pelos rios do inferno que nele deságuam seu sangue. No Cocite estão imersos os traidores, representados por Lúcifer, o traidor de Deus, que aqui reside. Os traidores distribuem-se em quatro esferas diferentes, dependendo da gravidade da traição cometida. As esferas chamam-se: Caína, Antenora, Ptolomeia e Judeca.
 
 CURIOSIDADES DO INFERNO DE DANTE: 
Hades e o Mundo dos mortos da mitologia grega que influenciou o inferno de Dante. O Inferno conforme descrito por Dante na sua Divina Comédia no século XIV ficou profundamente marcado na cultura popular, e auxiliou a criar a visão de um inferno relacionado à paixão, desejo, pecado e condenação. Muitas vezes em filmes e séries ou mesmo desenhos animados ele é citado, por exemplo, o inferno da Saga de Hades, em Cavaleiros do Zodíaco/Saint Seiya de Masami Kurumada, um dos mais famosos animes foi baseado no inferno de Dante. Às vezes lugares muito quentes podem ser relacionados ao inferno descrito por Dante. A banda americana de Heavy Metal, Iced Earth, têm uma música chamada Dante's Inferno, lançada no álbum Burnt Offerings de 1995, baseada no livro de Alighieri. Ela descreve a travessia de Dante exatamente como no livro. Em 2010, foi criado o videogame Dante's Inferno relacionado à Divina Comédia, fiel às descrições de Dante Aliguieri. Em 2011, a banda Hardcore Alesana lançou um álbum baseado No Conto, o nome do álbum é "A Place Where the Sun Is Silent".
Enfim Galera...O livro Inferno de Dan Brown o professor Robert Langdon tem que seguir uma série inquietante de códigos criada por uma mente brilhante, obcecada pelo fim da superlotação no mundo e por uma das maiores obras-primas literárias de todos os tempos: A Divina Comédia de Dante Alighieri. Com isso,o álbum Underworld, da banda Symphony X, foi inspirado por Inferno. Então Fiquem ai com a Versão de Anime desse Clássico Literário,Vlw galera ate.
Postar um comentário

Postagens populares

Postagens populares