segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

ELISA LAM E O MISTÉRIO DO HOTEL CECIL

 
Fala galera...Em fevereiro de 2013, uma estudante de 21 anos de idade, de Vancouver, no Canadá, foi encontrada morta dentro de um tanque de água no último andar do Hotel Cecil, em Los Angeles. Desde então a misteriosa morte de Elisa Lam é um dos casos mais bizarros e inexplicáveis do mundo. O departamento de polícia local concluiu sua investigação sobre a morte dela como “afogamento acidental” e a perícia afirmou que nenhum vestígio de drogas ou álcool foram encontrados durante a autópsia. Mas a história vai muito além do que está nos relatórios policiais. A primeira evidência é uma fita de vigilância do elevador que registrou o comportamento estranho de Elisa apenas alguns momentos antes de morrer. O vídeo de quatro minutos, postado no YouTube, mostra Elisa pressionando todos os botões do elevador e esperando que ele se mova. Vendo que as portas do elevador não se fecham, ela começa a se comportar de forma extremamente bizarra. Elisa entra no elevador e pressiona todos os seus botões. Ela, então, espera que algo aconteça, mas, por alguma razão, a porta do elevador não fecha. Ela começa a olhar em volta, como se ela estivesse esperando ou se escondendo de alguém. Derrepente os braços e as mãos começam a se mover em uma forma muito estranha, ela parece estar falar com alguém, ou alguma coisa. Misteriosamente Ela vai embora. A porta do elevador se fecha, e em seguida ele começar a funcionar novamente. Logo após os inexplicáveis eventos do vídeo, Elisa aparentemente foi até o último piso do hotel, onde de alguma forma subiu no reservatório de água e acabou se afogando nele. Seu corpo foi encontrado duas semanas depois de sua morte, depois que hóspedes do hotel reclamando sobre a cor e gosto ruim da água.
Vendo as imagens de vigilância, a maioria das pessoas poderia concluir que ela estava sob a influência de drogas. No entanto, Elisa não tinha um histórico de uso de drogas e sua autópsia concluiu que nenhuma droga estava envolvida. No entanto, quando se olha para o contexto dos fatos e as circunstâncias dessa morte, as coisas se tornam ainda mais misteriosas. Pois as bizarras História do Hotel Cecil,vem muito antes de Elisa Lam morrer lá dentro. O Hotel Cecil foi Construído em 1920 para atender aos empresários que vinham para a cidade e passavam uma ou duas noites, mas o Hotel foi rapidamente ofuscado por hotéis mais glamorosos. Localizado perto da área infame Skid Row, o hotel começou a alugar quartos a longo prazo com preços baratos, uma política que atraiu uma multidão. Com isso, A reputação do hotel passou para mórbido, quando se tornou notório por inúmeros suicídios e homicídios, alem disso também foi o alojamento de famosos assassinos em série. A história de Elisa Lam é assustadoramente semelhante ao filme de horror Água Negra - Dark Water de 2005. Dahlia, a principal protagonista do filme se muda para um prédio de apartamentos com sua filha Cecilia.  No filme, o nome da filha, Cecilia, é, obviamente, muito semelhante ao nome do Hotel Cecil. Depois de se mudar para o apartamento dela, Dahlia percebe uma água escura vazando do teto em seu banheiro. Ela finalmente descobre que uma jovem chamada Natasha Rimsky tinha se afogado em tanque de água no último andar do edifício, o que causou a água escura. O proprietário do prédio sabia sobre este fato, mas se recusou a tomar medidas. O corpo de Elisa Lam estava no tanque de água por mais de duas semanas, fazendo com que os hóspedes do hotel reclamassem da “água negra”. O final do filme também é assustadoramente relevante: o edifício de apartamentos apresenta um elevador com problemas e um fantasma que enrola os cabelos da mãe a de Cecilia. Mas a maior Coincidência bizarra, é que Logo após a descoberta do corpo de Elisa Lam, um surto mortal de tuberculose ocorreu em Skid Row, bem perto do Hotel Cecil. E o nome do kit de teste utilizado nestes tipos de situações é LAM-ELISA.
As autoridades de Los Angeles determinaram em junho de 2013 que a morte de Elisa Lam foi acidental e que ela era provavelmente bipolar suicida. Mesmo assim, algumas perguntas permanecem sem resposta. Como é que Elisa sem seu juízo perfeito, acabou morta no tanque de água do hotel, que era uma área de difícil acesso para os hóspedes. A imprensa relatou que a área da cobertura é protegida por um sistema de alarme e o reservatório de água era bem difícil de alcançar. Então como Elisa chegou a essa área sozinha ?, E o mais misterioso, é quem fechou a tampa do reservatório de água depois que ela entrou? Também tem o detalhe de que uma pessoa não conseguiria passar pela abertura. Tanto que a abertura precisou ser cortada para a remoção do corpo. Estima-se que um contorcionista ou alguém com mais flexibilidade teria dificuldade de esgueirar pela passagem para pular ali dentro. Mesmo assim, Como ela chegou lá e como conseguiu fechar e trancar a porta que dava acesso ao telhado do hotel? Como ela chegou ao topo das caixas d´água, se não tinha escada? e onde foram parar suas roupas? Já que Elisa Lam foi encontrada nua. No dia em que morreu, ninguém ouviu barulho, nem nada de estranho foi reportado pelos hóspedes.
 
Então Quem matou Elisa Lam?
Elisa Lam apareceu no video de segurança do hotel,em um vídeo muito perturbador. Este foi o último registro dela quando estava viva. A imagem foi gravada pela câmera de segurança do elevador. Elisa aparece no video vestindo um casaco vermelho e jeans. Ela a principio não parece aflita. Elisa entra no elevador e, se abaixa de um jeito estranho diante do painel, chegando bem perto. E ao invés de apertar um botão como faz todo mundo, ela aperta TODOS! Então, ela se afasta e espera. Espera… Espera… E NADA! O elevador simplesmente NÃO REAGE! É como se uma força sobrenatural estivesse mantendo o elevador parado. Elisa aparenta ter consciência da “coisa” que parece estar vindo pegar ela, pois em um momento, ela se dá conta que o elevador está travado, e se esconde no cantinho. Então ela olha rapido, como alguém que está com medo. Ela certamente estava se escondendo. Mas do que? Agora que ela olhou para fora, estranhamente se inclinando o corpo para baixo, numa posição que parece desconfortável, ela parece estar mais aflita. Elisa cola o corpo junto a parede do elevador, torcendo para que ele funcione, mas a maquina se recusa. Então, após mais alguns segundos, Elisa está tão apreensiva que cola seu corpo no canto da parede, junto ao painel de comandos do elevador. Isso nos sugere que ela ja estava ouvindo a “coisa” se aproximar. Passam-se mais alguns segundos e ela se aproxima do canto da porta do elevador parado. Ela se esgueira no canto, olhando fixamente para alguma coisa à direita. E aí a coisa realmente fica estranha. Ela espera, espera e do nada dá um pulinho para fora do elevador, batendo os pés.  Elisa agora está do lado de fora da porta e olha para o sentido oposto ao que olhava antes, quando estava dentro do elevador. seu comportamento se torna estranho, como se estivesse sendo controlada. Ela dá um passo maior que o normal para o lado e um para trás, voltando ao elevador. Então ela volta para fora com mais um passo, dessa vez mais curto. A sensação que passa é que ela está “calibrando o movimento”. Elisa agora esta do lado de fora do elevador, fora do alcance da câmera. Um pedaço de sua roupa aparece e isso permite saber que ela estava ali o tempo todo. Então seu braço pende. Dali o braço vai se mover para cima, como se fosse o braço de uma marionete. Começa então uma bizarra sucessão de movimentos esquisitos. Ela fica um tempo com os dois braços para cima,E aí volta, aparentemente, atormentada, ao elevador. que ainda está parado, possivelmente com defeito.
Elisa torna a apertar botões aleatórios. Após fazer isso, ela vai para fora do elevador novamente. Então ela passa dois segundos parada do lado de fora, e daí Elisa começa o que parece ser uma discussão com alguém, que está fora do alcance da câmera. Seus braços começam a se mover de forma antinatural. As mãos se curvam e desenham círculos no ar, com os dedos bem abertos. Em certos momentos o movimento se torna mais rápido, fazendo uma estranha dança com os braços. Algo parece controlar o corpo dela, e o que vemos em seguida é que Elisa começa a retorcer seus dedos, e então começa a fazer isso mexendo o corpo. Então ela para, e voltando a por as mãos na cabeça, sai andando com passos estranhos, sem o balanço correto. A câmera fica filmando o nada. A câmera do elevador parado não registra para onde ela vai. Aí entrava parte bizarra: Do nada, o elevador volta a funcionar! A câmera volta a filmar enquanto a maquina desce parando nos andares. Elisa Lam viajava sozinha. Então com quem ela parecia estar falando ou de quem ou do que estaria se escondendo? Por que apertar todos os botões do elevador de uma vez? As autoridades acreditam que ela sofria de transtorno bipolar, algo significativo para a investigação. Seria o Cecil Hotel um lugar assombrado?  O Cecil Hotel foi construído na década de 20. Gradualmente o hotel experimentou a decadência em função de forte concorrência. Como el era localizado perto da área infame Skid Row, o hotel começou a alugar quartos a longo prazo com preços baratos, que atraiu uma multidão. A reputação do hotel foi de mal a pior, quando houve inúmeros suicídios e homicídios, Outra morte ocorreu no hotel em 1954, quando Helen Gu pulou da janela do sétimo andar. Em 1962, Julia Moore saltou de seu quarto no oitavo andar, deixando para trás apenas uma passagem de ônibus e um livro com US$ 1.800. Nenhum bilhete de suicídio foi encontrado. Apenas alguns meses depois, Pauline Otton pulou de uma janela do hotel no nono andar, após uma discussão com seu ex-marido, e acertou um pedestre que caminhava na calcada, e Ambos morreram instantaneamente. A morte de Goldie Osgood em 1964 ajudou a dar má fama ao decadente Cecil Hotel. Ela foi encontrada estuprada, esfaqueada e estrangulada. Cecil Hotel também tinha sido o lar de assassinos em série, como Richard Ramirez, o “Night Stalker”, que foi condenado por matar 14 pessoas em 1985. Outro assassino em série associado com o hotel foi Jack Unterweger, que cometeu suicídio depois de ser condenado por três assassinatos envolvendo prostitutas em 1991. Ele tinha usado o hotel como base para pegar suas vítimas.
 

Enfim galera...depois de tantas tragédias no local,a jovem Elisa também entrou na macabra Lista do Hotel Cecil. e mesmo depois do corpo dela ser  encontrado na caixa d´água, um surto mortal de tuberculose ocorreu perto do Hotel Cecil. E para a surpresa de todos, o nome do kit de teste utilizado nestes tipos de situações: LAM-ELISA. esse bizarro caso ainda permanece sem solução. por isso a misteriosa morte de Elisa Lam é um dos maiores mistérios moderno da historia. Então fiquem ai com o assustador vídeo dela no elevador,e tirem suas próprias conclusões,vlw galera ate:




Postar um comentário

Postagens populares

Postagens populares