domingo, 30 de agosto de 2015

FOTOS DE PARANAVAÍ PARANÁ A CIDADE POESIA

Fala Galera...O primeiro núcleo de colonização de Paranavaí surgiu em 1930, com a antiga Fazenda Montoya. Naquela época, grandes negociações de terras foram feitas no Paraná, fazendo com que a economia do estado crescesse. Na época da Revolução liderada por Getúlio Vargas, na década de 30, o governo começou a retomar as concessões de terras feitas a proprietários contrários ao novo regime. Aos que apoiavam Getúlio, foram feitos grandes investimentos. A Fazenda Brasileira tinha como proprietários Lindolfo Collor de Mello e Landulfo Alves, duas personalidades públicas ilustres da época. Collor era o ministro do Trabalho de Getúlio Vargas e Alves o interventor Federal do estado da Bahia. Foram plantados na Fazenda Brasileira 1 milhão de pés de café, absorvendo a mão-de-obra da Fazenda Montoya, que se esvaziou. Em 1931, o governo se apropriou das terras da Fazenda para colonização. O estado loteou a imensa área. A atividade cafeeira que estava em alta foi prejudicada pelo início da colonização, por causa da burocracia para a legalização das terras. Vieram para a região principalmente colonos japoneses e portugueses, libaneses, espanhóis e alemães. A única ligação que o povoado tinha era uma rodovia em direção ao estado de São Paulo. O interventor Manoel Ribas determinou a abertura de uma ligação com o município de Arapongas, que foi melhorada em 1939. Após 1944, o povoado foi rebatizado como Colônia Paranavaí. Em 14 de dezembro de 1951 foi criado o município de Pvaí e no ano seguinte, foi instalada oficialmente a sede do município, em 14 de dezembro de 1952. O primeiro prefeito foi José Vaz de Carvalho. Antes da colonização, Pvaí era totalmente coberta por uma exuberante variedade vegetal da Mata Atlântica, que cobria todo o estado. Com os ciclos econômicos da pecuária e do café, a mata original foi praticamente erradicada do município. Hoje restam apenas 2% da vegetação nativa. Para mudar esse quadro, nos últimos cinco anos foram plantadas cerca de 610 mil mudas, cobrindo cerca de 250 hectares. A política de reflorestamento continua na cidade, com a participação de crianças de quase todas as escolas do município.
Os rios do município também estão sendo recuperados com a reconstituição das matas ciliares. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente, o Instituto Ambiental do Paraná e o Ibama estão fiscalizando a bacia hidrográfica do Rio Paraná na região, assegurando a preservação dos mananciais. Esses órgãos desenvolvem projetos para o aumento da fauna fluvial e a limpeza dos leitos dos rios. Em Paranavaí, o meio ambiente é prioridade em qualquer ocasião. A instalação de empresas e a construção de novos prédios estão condicionadas à conservação do meio ambiente. O Bosque Municipal é um centro de educação ambiental, servindo de referência para a preservação do meio ambiente não só em Paranavaí, mas em toda a região. Com 119 estabelecimentos de ensino e duas universidades, Paranavaí é o pólo de educação para mais de 30 municípios do noroeste do Paraná e de outros estados. a população frequenta instituição de ensino, desde a pré-escola até a faculdade. Os alunos de todas as idades têm direito ao passe livre, podendo utilizar gratuitamente o transporte coletivo para chegar até as escolas ou a universidade. Além disso, milhares de alunos das escolas rurais são transportados diariamente por carros da Secretaria Municipal de Educação. Com 19 cursos universitários, Paranavaí é o centro de educação superior da Região Noroeste. As duas universidades existentes na cidade atendem a população de toda a Região Noroeste, Sul de São Paulo e Mato Grosso do Sul. As universidades estão em plena expansão, com a previsão de novos cursos. O Femup - Festival de Música e Poesia de Paranavaí,é o maior evento cultural da região, além de ser o único festival a contar com apresentações musicais, declamações, concurso de contos e poesias. O Femup reúne artistas de todo o Brasil.
Paranavaí conta com uma variedade enorme de artistas plásticos. O artista Roberto Pereira da Silva, conhecido nacionalmente como Persil, é o maior expoente da cidade. Paranavaí conta com a única Mostra Anual de Artes Plásticas da região. Artistas plásticos de todo o país participam da Bienal de Artes Plásticas.  Destaque no cenário musical brasileiro, o Grupo Gralha Azul é um patrimônio cultural de Paranavaí. Levando a musicalidade e as histórias da região a todo o país. Gralha Azul tem uma longa e bem sucedida carreira. A Fundação Cultural de Paranavaí também mantém outros músicos, como a Orquestra de Sopros, e o Coral Viva Voz, grupo vocal com repertório popular variado. Paranavaí conta com dezenas de atores e diretores teatrais, em diversos grupos de artes cênicas. Um moderno teatro, instalado no Centro Cultural de Paranavaí, é o referencial da região para espetáculos teatrais. A cidade também conta com escritores e poetas de renome. O poeta Altino Afonso Costa publicou recentemente o livro de poesias Buquê de Estrelas. Paulo Campos também escreve poesias, destaque para o livro Memórias de Luta. O escritor Sérgio Rubens Sossella, publicou livros como Poeta de Casa Ardendo. O Atlético Clube Paranavaí, chamado carinhosamente de Vermelhinho pela torcida, é uma das maiores paixões do povo da cidade. O clube atrai milhares de torcedores em todos os jogos. O quartel-general do Vermelhinho, o Estádio Waldemiro Wagner, possui capacidade para cerca de 30 mil espectadores, sendo o maior da região. Outra paixão dos torcedores é o time de futsal da São Lucas. O time, que existe desde 1980, é um dos destaques no cenário estadual. Entre os títulos conquistados, o São Lucas foi campeão geral do campeonato paranaense de futsal. O São Lucas é composto por atletas que competem em diversas categorias, de crianças a adultos, amadores e profissionais. Paranavaí possui dois Centros de Excelência para a descoberta de novos talentos no vôlei e no handebol. Duas quadras padronizadas e instrutores graduados servem de apoio para o destaque de novos atletas. E atletas de Paranavaí participam de competições em todo o Brasil. Paranavaí também é um celeiro de novos talentos no atletismo e na natação.
Assim como acontece na Educação, Paranavaí é o pólo para o atendimento médico dos municípios do noroeste do Paraná. Para isso, a cidade conta com um Centro Regional de Especialidades, com consultas nas mais variadas áreas da medicina. O município também possui um Hemonúcleo Regional, atendendo a uma população de aproximadamente 300 mil pessoas. Os dois centros fazem parte do Consórcio Intermunicipal de Saúde dos municípios do noroeste. Centenas de clínicas e hospitais fazem de Pvaí centro de referência para a saúde da região. Com ambulatórios de ortopedia, ginecologia, obstetrícia, maternidades, UTI e leitos suficientes para o atendimento de toda a região, a cidade recebe dezenas de ônibus com pacientes diariamente. Com os investimentos, Pvaí se torna um pólo de especialidades médicas, com capacidade de realização para qualquer procedimento de saúde, com clínicas atendendo as mais variadas especialidades médicas. A agropecuária continua sendo alavanca que impulsiona o crescimento da cidade. Pvaí possui uma intensa atividade agrícola. A produção de mandioca abastece dezenas de farinheiras e fecularias. Milhares de toneladas de mandioca são processadas por dia no município. Pvaí é o maior produtor estadual de mandioca. A citricultura é outra marca da cidade, que ficou conhecida como a "capital da laranja". Pvaí é o segundo município do estado em produção de frutas, com 17% das 750 mil toneladas anuais. A cidade conta com duas indústrias processadoras de laranja, que produzem suco concentrado para exportação, principalmente para a Europa. O noroeste do Paraná possui 36% do rebanho bovino do estado, estimado em 9,7 milhões de cabeças. A região detém quase 60% de todos os frigoríficos do Paraná. Os frigoríficos de Pvaí também exportam a maior parte de sua produção para Europa. A cidade também se destaca na produção de leite e derivados. Pvaí é responsável ainda por 6% de todo o leite produzido no estado. A atividade agroindustrial cresceu sensivelmente em Pvaí. O crescimento no setor garantiu ao município a quarta posição no ranking das cidades com maior oferta de emprego no estado. A partir de projetos da Prefeitura, foi criada a ADAP (Associação de Desenvolvimento da Agroindústria de Pvaí), que reúne dezenas de micro-empresários da agroindústria, gerando milhares de empregos.

sábado, 29 de agosto de 2015

PECADOS CAPITAIS MODERNOS NOMOFOBIA

CONFIRAM OS 07 PECADOS CAPITAIS MODERNOS: 

1 - A Gula:
 
A Gula é o desejo insaciável, além do necessário, Segundo tal visão, esse pecado também está relacionado ao egoísmo humano: querer ter sempre mais e mais, não se contentando com o que já tem em uma forma de cobiça. Do latim de mesmo nome, é o desejo insaciável. Segundo tal visão, esse pecado está relacionado ao egoísmo pessoal de querer adquirir sempre mais e mais, não se contentando com o que já tem em sua vida.

2 - A Avareza:

A Avareza É o apego excessivo e descontrolado pelos bens materiais e pelo dinheiro, priorizando eles e deixando Deus em segundo plano. É considerado o pecado mais tolo por se firmar em possibilidades. A avareza é considerada um dos sete pecados capitais, pois o avarento prefere os bens materiais ao convívio com Deus. Neste sentido, o pecado da avareza conduz à idolatria, que significa tratar algo, que não é Deus, como se fosse deus. Do latim avaritia, a avareza é o apego excessivo e descontrolado pelos bens materiais e pelo dinheiro. A avareza, no cristianismo, é sinônimo de ganância, é a vontade exagerada de possuir qualquer coisa. Mais caracteristicamente é um desejo descontrolado, uma cobiça de bens materiais e dinheiro, ganância. Existe também avareza por informação ou por indivíduos.


3 - A Luxúria:
A Luxúria é o desejo passional e egoísta por todo o prazer sensual e material. Também pode ser entendido em seu sentido original: “deixar-se dominar pelas paixões”. Consiste no apego aos prazeres carnais, corrupção de costumes; sexualidade extrema, lascívia e sensualidade. A luxúria, às vezes, é definida como o desejo perante o prazer sexual mal administrado embora incorpore outros tipos de desejo como o da comida, bebida e superioridade em relação aos demais. Por este entender, a luxúria também bastante relacionada com a gula, a soberba e a avareza pois, através de ambas, o pecador deseja adquirir o prazer.


4 - A Ira: 

A Ira é o intenso e descontrolado sentimento de raiva, ódio, rancor que pode ou não gerar sentimento de vingança. É um sentimento mental que conflita o agente causador da ira e o irado. A ira torna a pessoa furiosa e descontrolada com o desejo de destruir aquilo que provocou sua ira, que é algo que provoca a pessoa. A ira não atenta apenas contra os outros, mas pode voltar-se contra aquele que deixa o ódio plantar sementes em seu coração. Seguindo esta linha de raciocínio, o castigo e a execução do causador pertencem a Deus. Conhecido também por cólera. É o sentimento humano de externar raiva e ódio por alguma coisa ou alguém. É o forte desejo de causar mal a outro, e um dos grandes responsáveis pela maior parte dos conflitos humanos no transcorrer das gerações.


5 - A Inveja:
A Inveja é um destruidor pecado porque uma pessoa invejosa ignora suas próprias bênçãos e prioriza o status de outra pessoa no lugar do próprio crescimento espiritual. São o desejo exagerado por posses, status, habilidades e tudo que outra pessoa tem e consegue. O invejoso ignora tudo o que é e possui para cobiçar o que é do próximo. A inveja é freqüentemente confundida com o pecado capital da Avareza, um desejo por riqueza material, a qual pode ou não pertencer a outros. A inveja na forma de ciúme é proibida nos Dez Mandamentos da Bíblia. Do latim invídia, que quer dizer olhar com malícia. Ela é Um maldoso desejo exagerado por tudo que outra pessoa tem e consegue.


6 - A Preguiça:
A Igreja Católica apresenta a Preguiça como um dos sete pecados capitais, caracterizado pela pessoa que vive em estado de falta de capricho, de esmero, de empenho, em negligência, desleixo, morosidade, lentidão e moleza, de causa orgânica ou psíquica, que a leva à inatividade acentuada. Aversão ao trabalho, freqüentemente associada ao ócio, vadiagem. Do latim acedia. A pessoa com este pecado é levada à inatividade acentuada socialmente.


7 - A Orgulho ou Vaidade:

Conhecida como soberba, é associada a orgulho excessivo, arrogância e vaidade. Em paralelo, segundo o filósofo Santo Tomás de Aquino, a soberba era um pecado tão grandioso que era fora de série, devendo ser tratado em separado do resto e merecendo uma atenção especial. Aquino tratava em separado a questão da vaidade, como sendo também um pecado, mas a Igreja Católica decidiu unir a vaidade à soberba, acreditando que neles havia um mesmo componente de vanglória, devendo ser então estudados e tratados conjuntamente. A soberba é conhecida também como vaidade ou orgulho. Está associado ao orgulho excessivo, arrogância e vaidade social.

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

LIVRO NOTÍVAGO INTERNAL TIME DE TILL ROENNEBERG

 
Fala Galera...O Livro de Till Roenneberg,um Pesquisador da Ludwig Maximilians Universität da Alemanha, confirmou o que muitos já desconfiavam, mas Ninguém tentava descobrir sobre a Cronobiologia Moderna. E o seu Livro chamado: INTERNAL TIME. Deu origem ao que hoje Chamamos de Notívagos. Os Notívagos Trocam o Dia pela Noite, Mas isso Não é Preguiça, Nem Insônia. Os Notívagos preferem trabalhar, estudar e se divertir enquanto o Mundo Dorme. E Segundo pesquisas recentes de 5% a 7% da população Brasileira é Notívaga. E Diferentemente dos Insones, os Notívagos Dormem bem e são bastante produtivos quando conseguem seguir seu relógio Biológico. O padrão mais comum da população Mundial, são pessoas que acordam pela manhã, rendem durante o Dia e dormem durante a Noite. Já os Notívagos acordam Tarde e muitas vezes ficam despertos até às 6h da manhã. Eles se prejudicam socialmente por terem um relógio Biológico muito diferente do horário comercial. Os especialistas em Cronobiologia, dizem que os problemas começam com alterações do humor, do sono, na digestão, podendo causar até hipertensão.
 
Uma equipe cientifica já identificou uma mutação genética que afeta o relógio interno do corpo, e essa mutação explica por que razão várias pessoas só conseguem adormecer tarde da Noite em plena madrugada. Em um trabalho publicado na revista Science, os cientistas relatam sobre a mutação genética, chamada de "Pós-Hora", que afeta o nosso Relógio Biológico e pode ajudar a explicar por que algumas pessoas são consideradas notívagas, pois elas só conseguem dormir nas primeiras horas da manhã. Isso Significa que para os Notívagos o metabolismo corporal, que é a forma que o corpo gerencia nossa energia vital, está regulado para uma atividade predominantemente Noturna. Nossas funções, ritmo, disposição, estariam todos mais dispostos nessa parte do Dia. E não é que só funcione à noite, mas o organismo se integra melhor com a atmosfera da Noturna. Assim como os Morcegos, e outros animais Noturnos, que têm o seu organismo totalmente voltado para a Noite e só dormem durante o Dia. Os Notívagos, Também Produzem mais durante a noite e descansam de Dia. A pessoa notívaga se sente muito melhor à Noite que de Dia, trabalhando Melhor, estudando mais, criando melhor, pensando mais claramente, e não entende como é que alguém pode estar Feliz E desposto acordando às sete da manhã. Segundo um Estudo publicado na Harvard Business Review, quem gosta de acordar cedo, desfrutaria de vantagens Profissionais por ter maior capacidade Produtiva. Diferente dos notívagos, que pela pesquisa, são considerados muito mais criativos. Pois existe hora marcada para a Produtividade e outra para a Criatividade. Essa é a opinião de muitos neurologistas especialistas em medicina do sono. Antes de entrar no mercado de trabalho, Também é muito importante, a própria pessoa saber se ela é mais produtiva no período Matutino ou Vespertino.

Os Notívagos não são insones. Por isso o maior problema Deles é a obrigação de se adaptar à rotina Diurna. Os Notívagos extremos passam por uma maior privação de sono, porque Dormem tarde, mas acabam tendo que acordar muito cedo. Cientistas afirmam que o melhor é a pessoa tentar ajustar sua vida social conforme seu Ritmo biológico, como por exemplo. Arrumar Trabalhos mais Flexíveis e estudar à tarde. Cientistas concluíram,que São três fatores que regulam o Relógio Biológico: a Genética, a Exposição à Luz, e a Disciplina com hábitos para dormir. As evidências atuais apontam para a interação entre fatores genéticos e influências ambientais, tudo numa proporção ainda não identificada e que obviamente não seja a mesma para todos. A prova disso são os adolescentes que tendem a se tornarem vespertinos transitoriamente, e muitos são injustamente considerados preguiçoso. A primeira coisa a fazer é ajustar o relógio biológico com a luz. Um vespertino extremo precisa se expor à Luz solar naturalmente no início da manhã. Na população brasileira, 5% a 7% são vespertinos, tendo à mesma proporção de Matutinos. 

Poema Notívago: 
Os Notívagos são filhos da noite e irmãos da Madrugada 
Enquanto o mundo dorme, Ele desperta...
Enquanto o mundo sonha, Ele vira poeta...
Enquanto o mundo acorda, ele adormece junto com as estrelas
A Suécia criou uma nova revolução social, com a chamada: Sociedade B. Uma sociedade que leva em conta os diferentes ritmos biológicos das pessoas. Para assim introduzir horários alternativos de funcionamento de escolas, locais de trabalho, universidades e organizações diversas. O B-Samfundet teve origem na Dinamarca, Mas a Sociedade B foi introduzida na Noruega, na Finlândia, e na Grã-Bretanha. A Sociedade B se baseia em pesquisas científicas que indicam que cada indivíduo tem seu próprio ritmo biológico, um Relógio interno que é geneticamente determinado. As pesquisas concluem que uma pessoa B possui um ritmo interno de 25 a 27 horas, enquanto o de uma pessoa A tem um ciclo de 23 horas. As pessoas B são mais produtivas no final do dia e têm dificuldades em despertar de manhã cedo, que é quando as pessoas A são mais ativas. Eles debatem um movimento sobre a criação de uma sociedade de horários mais flexíveis, com maior equilíbrio entre trabalho e lazer, e a melhor qualidade de vida. A sociedade B destaca que os diferentes ritmos biológicos é uma realidade nas escolas do mundo todo, onde um grande número de crianças e adolescentes tem dificuldades de concentração pela manhã. Significa que esses alunos não têm exatamente preguiça de levantar para ir à escola, eles são apenas pessoas B. O movimento B também já lançou o primeiro website direcionado à oferta e busca de empregos para pessoas Notívagas. Cientistas especializados em Cronobiologia,estudam e provam que o fato de você não ser produtivo nas primeiras horas da manhã não tem absolutamente nada a ver com preguiça. Pois existe algo chamado Ritmo Circadiano, e cada um tem o seu, e é ele que basicamente determina se você é daqueles que acorda às sete da manhã sorrindo e disposto, ou ao meio dia reclamando e indisposto. O Ritmo circadiano designa o período de aproximadamente 24 horas, no qual se baseia o ciclo biológico de quase todos os seres vivos, sendo influenciado principalmente pela variação de luz, temperatura, marés e ventos entre Dia e Noite.
O ritmo circadiano regula todos os ritmos psicológicos do corpo humano, com influência sobre, a digestão, o Sono, a renovação das células e o controle da temperatura do corpo. Já existe uma comunidade B-Society, vem lutando para que pessoas que não conseguem se adequar ao esquema de 8 da amanhã às 18 da tarde possam enfim se encaixar na sociedade moderna. A organização B-Society espalha essa revolucionaria idéia pelo mundo afora. Embora criada na Dinamarca em dezembro de 2007, hoje o movimento possui membros em mais de 50 países. Toda essa criação foi baseada na pesquisa de Till Roenneberg,um Pesquisador da Ludwig Maximilians Universität de Munique, na Alemanha, sobre Cronobiologia. Roenneberg mapeou os ritmos circadianos de mais de 125.000 pessoas e o resultado disso se transformou em um inovador Livro chamado: INTERNAL TIME. A conclusão foi que, os seres humanos têm os ritmos circadianos diferentes uns dos outros. E ele que determina quando você prefere estar acordado ou prefere estar dormindo. Ele é controlado pelo chamado "Genes Tic-Tac". Um deles é o Per3-gene, descoberto pelo pesquisador Simon N. Archer. O ritmo circadiano pode mudar durante a sua vida. O site b-society.org está lotado de explicações detalhadas de como pessoas B e pessoas A podem conviver em tranquilamente. A Sociedade B defende que empresas e escolas adotem horários vespertinos,e as organizações no mundo começam a ficar mais atentas aos diferentes perfis de produtividade das pessoas. Thomas Edison passava horas de madrugada em seu escritório até inventar a lâmpada elétrica. O fundador da Microsoft, Bill Gates, e o presidente americano, Barack Obama, já declararam que, apesar de exercerem atividades pela manhã, são muito mais produtivos à noite. Obama se auto Definiu como coruja, devido à sua preferência. E assim como eles, há muitos outros indivíduos ao redor do mundo que também rendem melhor no período vespertino. Por isso, as empresas e escolas devem oferecer horários alternativos. pois a produtividade do empregado  seria melhor aproveitada pela empresa. Cientistas afirmam que deixar o funcionário trabalhar dentro do seu relógio interno evita problemas de saúde, como irritabilidade, depressão, estresse e uso de remédios para repor a falta de sono. Seria bem melhor para funcionários e empresas. Na Europa, há vários testes sendo realizados com a flexibilização de horários. No Brasil algumas empresas começam a dar mais atenção aos diferentes perfis de produtividade de seus funcionários. A Sociedade B foi fundada em 2007 na Dinamarca, e chegou ao Brasil em 2012. E atualmente a USP - Universidade de São Paulo, Já realiza avançados estudos de Cronobiologia, onde se percebe que há diferenças de sistema de Temporização para cada pessoa.

Postagens populares

Postagens populares