sábado, 4 de julho de 2015

JACK ESTRIPADOR O SERIAL KILLER MAIS FAMOSO DO MUNDO



 
 FALA GALERA...O SERIAL KILLER MAIS FAMOSO DO MUNDO INTRIGA VÁRIOS ESTUDIOSOS SOBRE SUA IDENTIDADE ATE HOJE,E DEVIDO AO GLAMOUR VITORIANO DA ÉPOCA,JACK ESTRIPADOR SE TORNOU O PSICOPATA MAIS FAMOSO DO MUNDO. O TEMIDO JACK DEU ORIGEM A VÁRIOS LIVROS,FILMES,DOCUMENTÁRIOS,E SÉRIES DESDE 1888. ENTÃO CONHEÇAM MELHOR O MISTÉRIO DE JACK ESTRIPADOR,QUE PROVAVELMENTE JÁ MORREU SEM PAGAR POR NENHUM DE SEUS BIZARROS CRIMES...
= Jack o estripador: Atacava em Londres – Inglaterra
Embora oficialmente ele tenha matado apenas 5 mulheres,o glamour de Londres transformou Jack estripador no serial killer mais famoso do mundo. Alem de aparecer como personagem em diversos filmes e livros ate hoje, ele se tornou muito lucrativo na cultura popular, A lenda de Jack the Ripper continua sendo divulgada no East End de Londres, com várias visitas guiadas nos locais dos crimes. O The Ten Bells, um pub Vitoriano na rua Comercial que era frequentado pelas vítimas de Jack o Estripador, foi o foco de tais visitas por muitos anos. A fim de lucrar em cima disso, os proprietários mudaram seu nome para "Jack the Ripper" na década de 1960, mas depois de protestos por feministas e outros grupos, o pub voltou ao seu nome original. o famoso Jack, o Estripador em inglês: Jack the Ripper,foi o pseudônimo dado a um assassino em série não-identificado que agiu no distrito de Whitechapel em Londres na segunda metade de 1888. O nome foi tirado de uma carta, enviada à Agência Central de Notícias de Londres por alguém que se dizia o criminoso. Suas vítimas eram mulheres que ganhavam a vida como prostitutas. Duas delas tiveram a garganta cortada e o corpo mutilado. Teorias sugerem que, para não provocar barulho, as vítimas eram primeiro estranguladas, o que talvez explique a falta de sangue nos locais dos crimes. A remoção de órgãos internos de três vítimas levou oficiais da época a acreditarem que o assassino possuía conhecimentos anatômicos ou cirúrgicos. Os jornais, cuja circulação crescia consideravelmente durante aquela época,deram ampla cobertura ao caso, devido à natureza selvagem dos crimes e ao fracasso da polícia em efetuar a captura do criminoso que tornou-se notório justamente por conseguir escapar impune. Devido ao mistério em torno do assassino nunca ter sido desvendado, as lendas envolvendo seus crimes tornaram-se um emaranhado complexo de pesquisas históricas genuínas, teorias conspiratórias e folclores duvidosos. Diversos autores, historiadores e detetives amadores apresentaram hipóteses acerca da identidade do assassino e de suas vítimas.

AS 05 VITIMAS OFICIAIS: 

= Mary Ann Nichols (nome de solteira: Mary Ann Walker; apelido: Polly),
Nascida em 26 de agosto de 1845 e morta em 31 de agosto de 1888, uma sexta-feira. O corpo de Nichols foi descoberto aproximadamente às 3:40 da madrugada no terreno em frente à entrada de um estábulo em Buck's Row hoje Durward Street. Sua garganta sofreu dois cortes profundos, e a parte posterior do abdômen foi parcialmente arrancada por um golpe intenso e irregular. Havia também diversas incisões pelo abdômen, e três ou quatro cortes similares no lado direito causadas pela mesma faca. Nichols foi descrita como tendo uma aparência bem mais jovem do que seus 43 anos sugeriam. 

 = Annie Chapman (nome de solteira: Eliza Ann Smith; apelido: Dark Annie), nascida em setembro de 1841 e morta em 8 de setembro de 1888, um sábado. O corpo de Chapman foi descoberto aproximadamente às 6:00 da manhã no quintal de uma casa em Hanbury Street, Spitafields. Assim como Mary Ann, sua garganta foi aberta por dois cortes, um mais profundo que o outro. O abdômen foi completamente aberto, e o útero, removido. 

= Elizabeth Stride (nome de solteira: Elisabeth Gustafsdotter; apelido: Long Liz), nascida na Suécia em 27 de novembro de 1843 e morta em 30 de setembro de 1888, um domingo. O corpo de Stride foi descoberto próximo à 1:00 da madrugada, no chão da Dutfield's Yard, na Berner Street hoje Henriques Street, em Whitechapel. Havia uma incisão direta no pescoço; a causa da morte foi perda excessiva de sangue, a partir da artéria principal no lado esquerdo. O corte nos tecidos do lado direito foi mais superficial, estreitando-se próximo à mandíbula direita. A ausência de mutilações no abdômen lançaram incerteza sobre a identidade do assassino, além de sugerir que ele pudesse ter sido interrompido durante o ataque. 

= Catherine Eddowes (usava os nomes “Kate Conway” e “Mary Ann Kelly”, com os sobrenomes tirados de seus dois ex-maridos, Thomas Conway e John Kelly), nascida em 14 de abril de 1842 e morta em 30 de setembro de 1888, no mesmo dia da vítima anterior, Elizabeth Stride. Seu corpo foi encontrado na Mitre Square, na Cidade de Londres. A garganta, assim como nos dois primeiros casos, foi aberta por dois cortes, e o abdômen aberto por um corte longo, profundo e irregular. O rim esquerdo e grande parte do útero foram removidos. A mídia e moradores de Londres se referiram ao episódio como "evento duplo" (The Double Event). 

= Mary Jane Kelly (passou a usar o nome “Marie Jeanette Kelly” depois de uma viagem a Paris; apelido: Ginger), supostamente nascida na Irlanda em 1863 e morta em 9 de novembro de 1888, uma sexta-feira. O corpo terrivelmente mutilado de Kelly foi descoberto pouco depois das 10:45 da manhã, deitado na cama do quarto onde ela vivia na Dorset Street, em Spitalfields. A garganta foi cortada até a coluna vertebral, e o abdômen quase esvaziado de seus órgãos. O coração também foi retirado.

= Jack Estripador na cultura pop: 
Jack já foi apresentado em diversas obras de ficção e cultura popular, ou como personagem principal ou em papéis secundários.

= Na época dos assassinatos, uma versão teatral do livro The Strange Case of Dr. Jekyll and Mr. Hyde, romance com Robert Louis Stevenson, estava sendo apresentada. O tema central, sobre horríveis assassinatos nas ruas de Londres, chamou bastante atenção, fazendo inclusive com que o astro da peça fosse acusado por algumas pessoas de ser o próprio Estripador, embora esta teoria nunca tenha sido levada a sério pela polícia.

= Em 1989, Alan Moore e Eddie Campbell lançam o romance gráfico From Hell, que apesar de confessadamente ser ficção, se aprofunda nas teorias de Stephen Knight sobre a identidade de Jack, o Estripador.

= Em 1995, o escritor brasileiro Jô Soares lança o livro "O Xangô de Baker Street", que ambienta uma série de assassinatos de jovens mulheres à maneira de Jack, o Estripador no Rio de Janeiro imperial em 1886. Na trama, o estripador é brasileiro, e após a infrutífera intervenção de ninguém menos que Sherlock Holmes nas investigações, foge impune para Londres, prosseguindo assim com seus assassinatos seriais naquela capital, dando origem ao mito.

= Em 2001, Jack O Estripador foi vivido no filme From Hell, "Do Inferno", tendo Johnny Depp como ator principal fazendo o papel do Inspetor Frederick Abberline.

= Em 2006, Jack o Estripador foi escolhido pela revista BBC History Magazine e seus leitores como o pior bretão da história.

= Em 2009, estreou na ITV a série Whitechappel onde os detetives do infame distrito de Londres investigam uma série de assassinatos que imitam os de Jack, o Estripador em pleno século XXI.

= Em 2012, a BBC começou a transmitir a série Ripper Street. A série passa-se em 1889, seis meses após os assassinatos de Jack, o Estripador e segue as investigações da H Division de Whitechappel que nunca conseguiu encontrar o estripador.

= A lenda do Estripador continua sendo divulgada no East End de Londres, com várias visitas guiadas nos locais dos crimes. O The Ten Bells, um pub Vitoriano na Comercial Street que era freqüentado pelas vítimas de Jack o Estripador, foi o foco de tais visitas por muitos anos. A fim de lucrar em cima disso, os proprietários mudaram seu nome para "Jack the Ripper" na década de 1960, mas depois de protestos por feministas e outros grupos, o pub voltou ao seu nome original.
 ENFIM GALERA...APESAR DOS CORPOS MUTILADOS,COM OS ÓRGÃOS ARRANCADOS,E A CARTA ESCRITA PELO PRÓPRIO JACK A POLÍCIA ,ATE HOJE NENHUMA EVIDÊNCIA COMPROVOU QUEM ERA REALMENTE JACK ESTRIPADOR,E SUA MISTERIOSA IDENTIDADE PERMANECE UMA LENDA URBANA ATE OS DIAS DE HOJE. ENTÃO FIQUEM AI COM TRAILER DO FILME FROM HELL - DO INFERNO DE 2001,VLW GALERA ATE:



quinta-feira, 2 de julho de 2015

BLOGUEIRO ELESSANDRO DE ALMEIDA FOTÓGRAFO PAISAGISTA

 
FALA GALERA...VOCÊ JÁ OLHOU PARA O CÉU HOJE ?...EU ACHO QUE O QUE FAZ O MUNDO EVOLUIR NÃO SÃO AS PESSOAS NORMAIS...SÃO AS PESSOAS DIFERENTES. POR ISSO SÓ É IMPOSSÍVEL AQUILO QUE VOCÊ NÃO ACREDITA. MEU NOME É ELESSANDRO DE ALMEIDA NASCI E MORO EM PVAÍ A CIDADE POESIA,E A CAPITAL DA LARANJA DO PR. E COMO EU SONHO EM SER CINEASTA, TAMBÉM ESCREVI ALGUNS LIVROS BASEADOS EM MEUS ROTEIROS. COMO UM FOTÓGRAFO NESSE AGITADO MUNDO MODERNO, EU PROCURO EXPRESSAR EMOÇÕES ATRAVÉS DAS MINHAS PAISAGENS,ESPERO QUE GOSTEM. JÁ OS MEUS LIVROS PODEM SER ADQUIRIDOS PELO SITE CLUBE DOS AUTORES: = MINHAS OBRAS =
NOME: ELESSANDRO DE ALMEIDA DA SILVA
DATA DE NASCIMENTO: 28/11/88
CIDADE: PARANAVAÍ - PARANÁ

= GENÊROS DE FILMES FAVORITOS:
SUSPENSE, ARTES MARCIAIS, FANTASIA,
ASIAN HORROR E CATÁSTROFE.

= DIRETORES FAVORITOS:
FRANCIS LAWRENCE, MARC WEBB, M NIGHT SHYAMALAN,
ZHANG YIMOU, JAMES WATKINS, E JAMES WONG.

= GENÊROS MUSICAIS FAVORITOS:
ROCK EM GERAL, ELETROMUSIC, ASIAN MUSIC,
ITALODANCE, E MUSICAS DOS ANOS 70, 80,90.

= LIVROS FAVORITOS:

 - FIZ O QUE PUDE: LUCÍLIA JUNQUEIRA DE ALMEIDA
(EDITORA MODERNA COLEÇÃO GIRASSOL)

 - CONTOS DE ASSOMBRAÇÃO: CO-EDIÇÃO LATINO AMERICANA
(EDITORA ÁTICA 1985)

= PAIXÕES:
CINEMA, FOTOGRAFIA, MAQUETES,
TEMPO NUBLADO, DIAS DE CHUVA, E MEU BLOG.

= FILOSOFIA DE VIDA:
“AS MAIS ALTAS TORRES COMEÇARAM DO CHÃO”

“ANTES TER FRACASSADO, DO QUE NUNCA TER TENTADO”
 
Paranavaí é um município cultural localizado no Noroeste do Paraná, Fundada em 1951. A cidade é hoje centro de um município, onde vivem cerca de 86.218 habitantes de acordo com as ultimas estatísticas de 2014. Entre as mais jovens regiões do estado do Paraná a serem povoadas e colonizadas, como decorrência do ciclo do café, esta zona situada a noroeste, nas bacias dos rios Ivaí e Paraná, nos limites do Paraná com o Mato Grosso do Sul. A partir de 1930, o povoamento deslocou-se rapidamente para a Fazenda Velha Brasileira, atual zona urbana de Pvaí, em terras virgens e férteis foi plantado nada menos que um milhão de pés de café. A inesgotável exuberância da terra da Fazenda Velha Brasileira atraiu, pessoas de todos os quadrantes do país, que vieram de uma forma, contribuir para o progresso e desenvolvimento da cidade nascente. A Fazenda Velha Brasileira, surgindo sob inspiração de Dr. Lindolfo Collor, um dos líderes da Revolução de 1930 e autor da legislação trabalhista brasileira veio a pertencer-lhe. Posteriormente foi transferida à Companhia Braviaco. Algum tempo mais tarde, por conta de um Decreto em 8 de abril de 1931, assinado pelo General Mário Tourinho, então Interventor Federal do Paraná, as terras de Pvaí voltaram ao domínio do Estado, sendo autorizado o seu loteamento. Data dessa época o início da decadência da povoação e da localidade. Verificou-se um verdadeiro êxodo na população, que abandonava o patrimônio para fixar-se noutra localidade. Somente a partir de 1944, reiniciou-se o loteamento sob orientação do Dr. Francisco de Almeida Faria, quando a localidade recebeu a denominação de "Colônia Paranavaí", neologismo formado pela junção dos nomes dos rios Paraná e Ivaí. Em 1956, no concurso promovido pela Associação Brasileira de Municípios, Paranavaí foi classificada, recebendo o Diploma de Honra, como um dos cinco municípios de maior progresso e desenvolvimento em todo o Brasil sendo entregue pelo então presidente da república Juscelino Kubitschek.
Enfim Galera...Cair é inevitável,Mas se levantar é Opcional...e Através das minhas fotografias,eu procuro dar um novo olhar para a minha amada Paranavaí...E através dos meus livros procuro expressar a minha visão dessa conturbada sociedade moderna. Todas as Fotos dessa postagem foram Tiradas Por Mim Mesmo em Paranavaí - PR a Cidade Poesia.

quarta-feira, 1 de julho de 2015

O ASSOMBRADO EDIFÍCIO JOELMA

Fala Galera...Os asiáticos acreditam que quando o corpo morre em tormento, a alma permanece, formando um ciclo de maldição naquele local. Em uma sexta-feira, em 1º de fevereiro de 1974, um grande incêndio parou a cidade de São Paulo. Aproximadamente 750 pessoas distribuíam-se pelos 25 andares do Edifício Joelma, hoje renomeado Edifício Praça da Bandeira, localizado no nº 225 da Avenida Nove de Julho,região Central de São Paulo. Tudo começou, Por volta das 08:50 da manhã, quando um funcionário ouviu um ruído de vidros sendo quebrados, vindo de um dos escritórios do 12º andar. Ele Foi até lá para verificar e constatou que um aparelho de ar condicionado estava queimando. Em seguida foi correndo até o quadro de luz daquele piso para desligar a energia, mas ao voltar encontrou fogo seguindo pela fiação exposta ao longo da parede. As cortinas se incendiaram rapidamente e o incêndio começou a se propagar pelas placas inflamáveis do forro. O funcionário correu para apanhar o extintor portátil, mas ao chegar não conseguiu mais entrar na sala, devido à intensa fumaça. Então ele subiu as escadas até o 13º andar, alertou os ocupantes e ao tentar voltar ao 12º pavimento, encontrou densa fumaça e muito calor. A partir daí o incêndio, ficou sem controle,e tomou todo o prédio. Foram feitas várias viagens com os elevadores enquanto o oxigênio permitiu, salvando muitas pessoas. Mas no final, uma ascensorista, na tentativa de salvar mais vidas, prosseguiu, mas como a fumaça havia piorado, ficou sem oxigênio e acabou falecendo no 20º andar. Segundo perícias, a causa do incêndio foi um curto-circuito em um equipamento de ar-condicionado, provocando um aquecimento na fiação elétrica, gerando o primeiro foco de fogo, o qual se espalhou por todo o edifício. O saldo final da tragédia foi de 191 mortos e mais de 300 feridos. Desde então, muitos acreditam que os espíritos das pessoas mortas no incêndio vagueiam pelo prédio até os dias de hoje. Uma das tragédias desse incêndio que mais impressionou, foi o fato de que 13 treze pessoas tentaram escapar por um elevador, e morrendo carbonizadas em seu interior, sendo que devido ao estado dos cadáveres, os corpos Nunca foram identificados, pois naquela época ainda não existia a análise de DNA, sendo então enterrados lado a lado no Cemitério São Pedro, localizado na Av. Francisco Falconi, 837, Vila Alpina em São Paulo. Os corpos deram origem ao mistério das Treze Almas, ficando conhecidas como as 13 Almas não identificadas do Joelma. As sepulturas atraem centenas de curiosos e devotos, principalmente às segundas-feiras, dia das almas. Ao lado das sepulturas, foi construída a "Capela das Treze Almas", onde diariamente muitos visitantes fazem suas preces agradecendo à Elas pelas graças alcançadas.
O Local do sepultamento ficou muito conhecido, quando pessoas ouviram gemidos e choros misteriosos no cemitério. Assustados, procuraram verificar de onde vinha aquilo, sendo que descobriram que os gemidos e choros saiam das sepulturas das 13 vítimas. Então sabendo que todos morreram queimados, foi derramada água sobre as sepulturas, sendo que em seguida os gemidos e choros cessaram. Depois do ocorrido, pessoas começaram a fazer orações para as 13 almas, pedindo graças diversas. Quem visita os túmulos das Treze Almas no Cemitério São Pedro, sempre pode verificar a existência de um copo com água sobre cada sepultura, isso com o objetivo de tranquilizar as almas dessas vítimas do incêndio do Edifício Joelma, as quais morreram carbonizadas em um imenso calor. Esse é mais um dos mistérios que rondam o incidente do Edifício. Passados muitos anos da tragédia, o antigo Edifício Joelma foi reformado, sendo batizado com o nome Edifício Praça a Bandeira, disponibilizando para aluguel várias salas para escritórios. No entanto pessoas que frequentam o local relatam fatos estranhos no interior do edifício. A professora Volquimar Carvalho dos Santos, trabalhava no setor de processamento de dados de um banco que funcionava no 23º andar do Edifico Joelma. Ela era funcionária da empresa havia um ano e meio. O irmão dela, Álvaro, trabalhava no 10º andar. A família de Volquimar é espírita. Ao ser dado o aviso de incêndio, Volquimar e outras quatro companheiras tentaram fugir pela escada, mas quase foram atropeladas pelos funcionários desesperados que tentavam se salvar. Elas correram para a cobertura do prédio, mas acabaram morrendo por asfixia. Álvaro, irmão de Volquimar, sobreviveu ao incêndio. Álvaro localizou o corpo da irmã no IML horas depois do incêndio ter terminado. Meses depois, Volquimar enviou uma mensagem psicografada para a mãe através do médium Chico Xavier. Na mensagem ela contava como tinha sido os seus últimos minutos de vida. Em 1979, a história de Volquimar se transformou no filme “Joelma, 23º andar”. O roteiro é baseado nas cartas psicografadas por Chico Xavier que estão no livro “Somos Seis”. Fatos estranhos ocorreram durante as filmagens, como ruídos misteriosos no local onde não havia ninguém, refletores que eram "derrubados", embora estivessem bem fixados, sendo que um dos fatos mais incríveis, foi a imagem de uma pessoa que não estava nas filmagens ao lado dos personagens em uma das cenas,quando as fotos foram reveladas, foi identificado nitidamente uma presença, que muitos dizem ser um dos vários Fantasmas do Joelma.
 
O incêndio foi chocante, Mas o passado daquele terreno era ainda mais bizarro. Em novembro de 1948, depois de várias denuncias do estranho desaparecimento das mulheres em uma casa da Rua Santo Antonio, nº 104, região central de São Paulo, o químico e professor Paulo Ferreira de Camargo, suicida-se no exato momento em que a policia retirava do poço do seu quintal os corpos de sua mãe, Benedita de Camargo, com 56 anos de idade, e de suas duas irmãs, Maria Ferreira de Camargo, 23 anos e de Cordélia Ferreira de Camargo, 19 anos, pessoas que ele havia matado há 19 dias. O Crime do Poço, como ficou conhecido, foi uma vingança de Paulo contra sua família que supostamente não aceitava seu romance com uma enfermeira, a qual não era mais virgem, indo totalmente contra os padrões da época, sendo um completo escândalo para a sociedade da década de 1940. Paulo Ferreira enfrentava constantes brigas com sua mãe e irmãs, as quais eram totalmente contra seu namoro com a enfermeira. Irritado ao extremo, arquitetou o modo como resolveria aquilo.Mandou então que fosse construído um poço nos fundos da casa, já como parte do seu plano. No dia 23 de novembro de 1948, Paulo se reuniu com sua família para lancharem, como normalmente faziam. De modo furtivo, Paulo colocou sonífero no alimento de sua mãe e irmãs. Drogadas, elas dormiram rapidamente. Em seguida Paulo pega um revólver e efetua vários disparos contra todas elas, que morrem na hora. Após o assassinato, Paulo coloca capuzes nas cabeças da vítimas, arrasta os corpos para os fundos da casa, e os joga no poço. Nos dias que se seguem, Paulo leva uma vida normal. Passados alguns dias, as pessoas estranham o desaparecimento das três mulheres. A polícia então visita a casa de Paulo, o qual entra em contradição, dizendo ora que sua mãe e irmãs viajaram,e sofreram um acidente. Vizinhos então contam à polícia que alguns dias antes ouviram barulho de tiros e uma estranha movimentação nos fundos da casa, próximo ao novo poço. Quando a polícia vai verificar o local, acabam encontrando a horrível cena do crime, com os corpos dentro do poço. Vendo que não havia mais saída, Paulo Ferreira pede para ir ao banheiro. E Chegando lá, pega o revólver que havia escondido, e comete suicídio com um tiro no peito, deixando para sempre dúvidas e suposições das mais absurdas o porquê de tudo aquilo. Paulo Ferreira tinha uma carreira brilhante.
 
Descobriu-se posteriormente que o Professor fazia uso de drogas, isso talvez devido ao fácil acesso aos produtos químicos em sua profissão. Também foi revelado por companheiros de onde lecionava, que o Professor Paulo Ferreira já apresentava à algum tempo um comportamento desiquilibrado, pois andava armado, e havia efetuado disparos com seu revolver no interior do laboratório de química da faculdade. Os corpos de Paulo Ferreira de Camargo, Benedita de Camargo, Maria Ferreira de Camargo e Cordélia Ferreira de Camargo, foram enterrados no dia 25/11/1948 no jazigo da família nas dependências do Cemitério da Consolação em São Paulo. Após a retirada dos corpos das vítimas de dentro do poço, um dos bombeiros morreu de infecção cadavérica, A Infecção Cadavérica: É um tipo de infecção adquirida quando uma pessoa sem as devidas proteções, não utilizando luvas e máscara apropriada, realiza contato com cadáveres, adquirindo dessa forma infecções diversas pelo corpo. Sugerindo que o bombeiro foi mais uma vítima da maldição contida no local. A casa onde ocorreu o crime ficou fechada por muitos anos. Mais tarde foi demolida e no seu terreno foi construído o Edifício Joelma, os acontecimentos ocorridos na área do Edifício Joelma seriam obra do acaso, ou realmente existe alguma maldição naquele macabro local ? É o que muitos se perguntam ate hoje. Dos aproximadamente 756 ocupantes do edifício, 191 morreram e mais de 300 ficaram feridos. A grande maioria das vítimas era formada por funcionários do Banco Crefisul de Investimentos. A tragédia do Joelma, que se deu apenas dois anos após o incêndio no Edifício Andraus, reabriu a discussão popular com relação aos sistemas de prevenção e combate a incêndio no Brasil, cujas deficiências foram evidenciadas nos dois casos. A investigação sobre as causas da tragédia, foi concluída e encaminhada à justiça em julho de 1974, apontava a Crefisul e a Termoclima, empresa responsável pela manutenção elétrica, como principais responsáveis pelo incêndio. Afirmava que o sistema elétrico do Joelma era precário e estava sobrecarregado. O resultado do julgamento foi divulgado em abril de 1975. Kiril Petrov, gerente-administrativo da Crefisul, foi condenado a três anos de prisão. Walfrid Georg, proprietário da Termoclima, e seu funcionário, o eletricista Gilberto Araújo Nepomuceno e os eletricistas da Crefisul, Sebastião da Silva Filho e Alvino Fernandes Martins, receberam condenações de dois anos. E devido a todas essas desgraças no local, o misterioso Edifício Joelma é um dos lugares mais Mal assombrados do Brasil.

sábado, 27 de junho de 2015

CANTORA MELANIE MARTINEZ LANÇA PITY PARTY


 
FALA GALERA...A DOCE MELANIE MARTINEZ ACABOU DE LANÇAR O SEU NOVO VIDEOCLIPE  PITY PARTY. ELA ENCANTOU O MUNDO NA TERCEIRA TEMPORADA DO THE VOICE E.U.A. E DEPOIS DOS VIDEOCLIPES DOLLHOUSE E CAROUSEL,E JÁ É CONSIDERADA PELA CRITICA A NOVA PROMESSA DO POP MODERNO. COM SUA VOZ ÚNICA, E PERSONALIDADE AUTÊNTICA,A ESTILOSA MELANIE LANÇOU SEU PRIMEIRO ÁLBUM EP: DOLLHOUSE,QUE EM POUCOS DIAS TEVE MILHARES DE ACESSOS NO ITUNES. HOJE MAIS MADURA,E COM A VOZ MAIS POTENTE,MELANIE JÁ SURPREENDE O PUBLICO JOVEM COM SUAS COMPOSIÇÃO E FIGURINOS. ENTÃO CONHEÇAM MELHOR ESSA ALTERNATIVA CANTORA NOVA-IORQUINA,ESSA É A EXUBERANTE MELANIE MARTINEZ...
Melanie Adele Martinez nascida em 28 de abril de 1995 em Baldwin, em Nova Iorque. É uma cantora e compositora americana. Ela ficou muito popular por ser um membro do Team Adam na terceira temporada The Voice E.U.A . Em 22 de abril de 2014, ela lançou o single "Dollhouse", de seu debut EP intitulado The Dollhouse. Em 2012, Martinez tornou-se um concorrente na terceira temporada do programa de televisão americano The Voice , onde ela fez o teste cantando Britney Spears com a musica “Toxic ". Três dos quatro juízes Adam Levine , Cee Lo Green e Blake Shelton, apertaram o botão de "I Want You" para ela. Martinez escolheu Levine para ser seu treinador. Na Rodada de Batalha, Martinez competiu contra Caitlin Michele. Eles fizeram um dueto cantando Ellie Goulding a canção “Lights ". Martinez ganhou e passou para a fase eliminatória. Caitlin Michele foi roubada por Cee Lo Green e também seguiu em frente. Na fase eliminatória, Martinez foi emparelhada com Sam James . Ela escolheu para cantar La Roux "s" Bulletproof ". Levine eliminado James e Martinez passou para as Rodadas ao vivo e se confirmar como um dos cinco restantes membros da Team Adam. Na semana uma das Rodadas ao vivo, Martinez cantou " Hit the Road Jack ". 
A votação do público salvou os membros do Team Adam Amanda Brown e Bryan Keith. Levine então escolheu Martinez sobre Loren Allred e Joselyn Rivera para permanecer na competição. Em três semanas, o desempenho de Martinez de " Seven Nation Army "terminado o período de votação em # 10 na única iTunes Top 200 Chart, fazendo com que seus votos iTunes pudesse ser multiplicado por dez. Isso ocorreu novamente na quarta semana, quando terminou a votação estava na posição # 6. Martinez foi eliminado por votação do público na quinta semana, juntamente com a colega de equipe Amanda Brown , deixando Levine sem artistas. Em resposta, Martinez disse: Eu nunca esperava chegar até aqui, isso está além do que eu já sonhei. Estou tão feliz que eu tenho de expressar quem eu sou como artista e realmente tocar o coração das pessoas, porque esse era o meu objetivo final.
 
ENFIM GALERA...EMBORA CHRISTINA AGUILERA NÃO ACEITASSE,MELANIE ERA SIM UMA DAS MELHORES CANTORAS DA COMPETIÇÃO. ESSA GAROTA VAI DAR MUITO O QUE FALAR NO POP MODERNO. MAS SE VCS AINDA NÃO CURTIRAM O SOM DE MELANIE MARTINEZ. TA AI OS SEUS CATIVANTES VIDEOCLIPES DOLLHOUSE E CAROUSEL,E SEU NOVO SUCESSO PITY PARTY,VLW GALERA ATE.


sexta-feira, 26 de junho de 2015

FOTÓGRAFO PAISAGISTA ELESSANDRO DE ALMEIDA

 
FALA GALERA...EU ACHO QUE O QUE FAZ O MUNDO EVOLUIR NÃO SÃO AS PESSOAS NORMAIS...SÃO AS PESSOAS DIFERENTES. POR ISSO SÓ É IMPOSSÍVEL AQUILO QUE VOCÊ NÃO ACREDITA...MEU NOME É ELESSANDRO DE ALMEIDA NASCI E MORO EM PARANAVAÍ A CIDADE POESIA,E A CAPITAL DA LARANJA DO PARANÁ. E COMO EU SONHO EM SER CINEASTA, TAMBÉM ESCREVI ALGUNS LIVROS BASEADOS EM MEUS ROTEIROS. COMO UM FOTÓGRAFO NESSE AGITADO MUNDO MODERNO, EU PROCURO EXPRESSAR EMOÇÕES ATRAVÉS DAS MINHAS PAISAGENS DA NATUREZA. ESPERO QUE GOSTEM. JÁ OS MEUS LIVROS PODEM SER ADQUIRIDOS ONLINE PELO SITE CLUBE DOS AUTORES: = MINHAS OBRAS =
NOME: ELESSANDRO DE ALMEIDA DA SILVA
DATA DE NASCIMENTO: 28/11/88
CIDADE: PARANAVAÍ - PARANÁ

= GENÊROS DE FILMES FAVORITOS:
SUSPENSE, ARTES MARCIAIS, FANTASIA,
ASIAN HORROR E CATÁSTROFE.

= DIRETORES FAVORITOS:
FRANCIS LAWRENCE, MARC WEBB, M NIGHT SHYAMALAN,
ZHANG YIMOU, JAMES WATKINS, E JAMES WONG.

= GENÊROS MUSICAIS FAVORITOS:
ROCK EM GERAL, ELETROMUSIC, ASIAN MUSIC,
ITALODANCE, E MUSICAS DOS ANOS 70, 80,90.

= LIVROS FAVORITOS:

 - FIZ O QUE PUDE: LUCÍLIA JUNQUEIRA DE ALMEIDA
(EDITORA MODERNA COLEÇÃO GIRASSOL)

 - CONTOS DE ASSOMBRAÇÃO: CO-EDIÇÃO LATINO AMERICANA
(EDITORA ÁTICA 1985)

= PAIXÕES:
CINEMA, FOTOGRAFIA, MAQUETES,
TEMPO NUBLADO, DIAS DE CHUVA, E MEU BLOG.

= FILOSOFIA DE VIDA:
“AS MAIS ALTAS TORRES COMEÇARAM DO CHÃO”

“ANTES TER FRACASSADO, DO QUE NUNCA TER TENTADO”
 
Paranavaí é um município cultural localizado no Noroeste do Paraná, Fundada em 1951. A cidade é hoje centro de um município, onde vivem cerca de 86.218 habitantes de acordo com as ultimas estatísticas de 2014. Entre as mais jovens regiões do estado do Paraná a serem povoadas e colonizadas, como decorrência do ciclo do café, esta zona situada a noroeste, nas bacias dos rios Ivaí e Paraná, nos limites do Paraná com o Mato Grosso do Sul. A partir de 1930, o povoamento deslocou-se rapidamente para a Fazenda Velha Brasileira, atual zona urbana de Pvaí, em terras virgens e férteis foi plantado nada menos que um milhão de pés de café. A inesgotável exuberância da terra da Fazenda Velha Brasileira atraiu, pessoas de todos os quadrantes do país, que vieram de uma forma, contribuir para o progresso e desenvolvimento da cidade nascente. A Fazenda Velha Brasileira, surgindo sob inspiração de Dr. Lindolfo Collor, um dos líderes da Revolução de 1930 e autor da legislação trabalhista brasileira veio a pertencer-lhe. Posteriormente foi transferida à Companhia Braviaco. Algum tempo mais tarde, por conta de um Decreto em 8 de abril de 1931, assinado pelo General Mário Tourinho, então Interventor Federal do Paraná, as terras de Pvaí voltaram ao domínio do Estado, sendo autorizado o seu loteamento. Data dessa época o início da decadência da povoação e da localidade. Verificou-se um verdadeiro êxodo na população, que abandonava o patrimônio para fixar-se noutra localidade. Somente a partir de 1944, reiniciou-se o loteamento sob orientação do Dr. Francisco de Almeida Faria, quando a localidade recebeu a denominação de "Colônia Paranavaí", neologismo formado pela junção dos nomes dos rios Paraná e Ivaí. Em 1956, no concurso promovido pela Associação Brasileira de Municípios, Paranavaí foi classificada, recebendo o "Diploma de Honra", como um dos cinco municípios de maior progresso e desenvolvimento em todo o Brasil sendo entregue pelo então presidente da república Juscelino Kubitschek.
A BUSCA... 

O CORPO, A MENTE, E O ESPIRITO,
ESTÃO EM CONSTANTE CONFLITO.
PARA UMA VIDA PLENA E SAUDAVEL,
ELES TÊM QUE ESTAR EM EQUILIBRIO.

A FELICIDADE É EFÊMERA,
ELA NÃO É ETERNA E ABSOLUTA.
A ALEGRIA NÃO É A CONQUISTA,
POIS A FELICIDADE É A BUSCA.
Enfim Galera...Cair é inevitável,Mas se levantar é Opcional...e Através das minhas fotografias,eu procuro dar um novo olhar para a minha amada Paranavaí...E através dos meus livros procuro expressar a minha visão dessa conturbada sociedade moderna. Todas as Fotos dessa postagem foram Tiradas Por Mim Mesmo em Paranavaí - PR a Cidade Poesia.

Postagens populares

Postagens populares